Novembro Azul: Saiba mais sobre os sintomas e saiba como é realizado o diagnóstico

Você certamente já ouviu dizer sobre o Novembro Azul, esse mês de conscientização está relacionado a saúde do homem! De acordo com pesquisas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é o tipo mais comuns entre os homens no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele do tipo não melanoma.

O Novembro Azul foi uma das estratégias encontradas para conscientizar a população a respeito da doença e contribuir para alertar as pessoas sobre o risco do câncer de próstata, ressaltando a importância de manter os exames em dia. Confira mais sobre o assunto, a seguir!

Quais os sintomas mais comuns do câncer de próstata?

Estar atento aos sintomas é a melhor forma de acender um alerta de que algo não vai bem. De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de próstata, na fase inicial, pode não apresentar sintomas nítidos. Mas ao longo do tempo, os sinais mais frequentes são:

  • Dores e dificuldades ao urinar;
  • Urina demorada;
  • Sangue na urina;
  • Pressão e jato na urina em menor escala;
  • Incontinência urinária.

Ei homem, fique ligado, em caso de perceber algum sintoma, não deixe de procurar uma unidade médica para realizar exames com um médico especialista. E vale ressaltar que mesmo sem sintomas é fundamental que homens a partir dos 45 anos realizem seus exames anualmente com um urologista.

Prevenção e tratamento do câncer de próstata

Bom, prevenir qualquer doença é o melhor a se fazer. Mas como prevenir câncer se é uma doença imprevisível? A recomendação é ter hábitos saudáveis e manter os exames em dia.

Mas caso a pessoa tenha desenvolvido o câncer, ter o diagnóstico precoce é a melhor forma de encontrar um tratamento mais eficaz e obter uma recuperação rápida. Atualmente, a forma de detectar o câncer de próstata é por meio do exame de toque retal. Porém, muitos homens ainda possuem preconceitos acerca dessa teste e por isso deixam de realizar.

Uma vez que o médico detecta uma alteração no tamanho da glândula, uma biópsia deve ser realizada para avaliar os riscos, e dependendo do peso da suspeita de ser um tumor maligno, a glândula inteira precisa ser retirada. Normalmente o tecido tumoral é investigado geneticamente para saber se há alguma alteração de importância clínica. Alterações nos genes BRCA1 e BRCA2 são relacionadas tipicamente como causa de câncer de mama, mas também podem causar câncer de próstata. Outros genes já foram relacionados com esse tipo de câncer, portanto, essas investigações são realizadas geralmente com a utilização de painéis para sequenciamento de vários genes ao mesmo tempo. Com o objetivo de contribuir com as rotinas dos laboratórios de diagnóstico e pesquisa, a Molecular incluiu em seu portfólio de produtos da Celemics para auxiliar os laboratórios a oferecer testes que permitem a investigação da causa do câncer de diversos tipos de câncer. Temos os painéis somáticos de 13 genes, 50, 100, 400 e 500 genes. Em dos painéis mais abrangentes é o Exoma clínico, que abrange os principais genes descritos como causa de câncer, além de outras doenças hereditárias.

A Celemics está há mais de 10 anos no mercado e é referência quando o assunto é NGS.

Gostaria de saber mais? Entre em contato com a gente! Se cuidar é um ato de amor. Deixe o preconceito de lado, faça os testes preventivos e dê valor a vida.

Assessoria Científica:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Picture of Dra.Thais Nani

Dra.Thais Nani

Assessoria Científica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *